Bloco da Segurança Pública planeja três ações de protesto até o fim do mês

thumb-17Entidades pedirão uma manifestação da Justiça sobre as atitudes do governo Sartori

O Bloco da Segurança Pública anunciou três ações que serão realizadas até o final deste mês. Reunidas na terça-feira, em Porto Alegre, as entidades de classe do setor decidiram apoiar a paralisação nacional no dia 22 deste mês, convocada pelas centrais sindicais contra as reformas trabalhistas e previdenciárias pretendidas pelo governo federal.

Segundo o presidente da Amapergs Sindicato, que representa os agentes penitenciários, Flávio Berneira, outra medida definida será uma grande panfletagem no dia 23 nas estações rodoviárias das principais cidades gaúchas para denunciar a grave situação da segurança pública por conta da atual política do governo estadual. O dirigente lembrou ainda que a mobilização ocorrerá também nas estações da Trensurb.

A terceira ação aprovada pelo Bloco da Segurança Pública está prevista para o dia 30 deste mês, quando será entregue documento ao Poder Judiciário no qual é pedido que se manifeste em relação à situação de violência no Rio Grande do Sul e o descumprimento de medidas judiciais por parte do governo, como a proibição do parcelamento dos vencimentos das categorias da área da segurança pública e a proibição da presença de presos em celas de delegacia.

Correio do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *