Brigada Militar de Caxias do Sul apresenta novidades para celebrar aniversário

Batalhão comemora 42 anos nesta sexta-feira Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS
Batalhão comemora 42 anos nesta sexta-feira
Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS

Policiais militares registrarão ocorrência em tablets sem a necessidade da vítima ir até a delegacia

Pioneiro

O 12º Batalhão de Polícia Militar (12º BPM), em Caxias do Sul, celebra nesta sexta-feira o aniversário de 42 anos com novidades: oficiais e servidores da Brigada Militar (BM) se reúnem para receber o novo comandante, major Jorge Emerson Ribas. Ele assume a cargo no lugar o tenente-coronel Ronaldo Buss, que ficará responsável pelo Comando Regional da BM do Vale do Caí, com sede em Montenegro. Mas o que vai impactar na vida da população é a apresentação oficial do aplicativo de ocorrências online e o drone que ajudará no policiamento.

Denominado “Brigada Online”, o aplicativo permite o registro de ocorrências no local do fato. Os documentos, que até então eram manuscritos e posteriormente informatizados, serão preenchidos por meio de um aplicativo instalado em um tablet e enviados virtualmente ao Poder Judiciário. Com impressoras acopladas às viaturas, os boletins de ocorrências serão impressos no momento do atendimento. No caso, a vítima não precisa ir até a delegacia. Já o drone será utilizado para auxiliar o trabalho da polícia em manifestações, jogos de futebol e outros eventos onde o equipamento possa contribuir com a segurança da cidade, ampliando a qualidade do serviço prestado pela BM.

Segundo o capitão Flori Chesani Junior, um dos coordenadores do projeto de informatização da BM, os dois equipamentos vão agilizar o trabalho da polícia.

— O 12ºBPM é o primeiro no Estado a ser habilitado para trabalhar com o cadastro de dados digitalizado diretamente no local da ocorrência. Com o aplicativo, além da economia de tempo no atendimento das demandas da comunidade, haverá melhor gestão nos recursos humanos disponíveis no batalhão.

Por ser um projeto-piloto, não serão todos os policiais que poderão utilizar estes equipamentos agora, que estão sendo adquiridos numa parceria entre a Vara de Execuções Criminais, Ministério Público e BM. Os recursos vêm de valores apreendidos ou obtidos em transações penais e do apoio de uma empresa de Canoas, responsável pelo desenvolvimento do sistema.

O aniversário do 12º BPM será celebrado às 10h, no UCS Teatro.

Atuação comunitária

O 12º BPM se destaca pela atuação comunitária. Além do policiamento, o quartel mantém o Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) para alunos de 4ª série e o Programa Social e o Comissões Internas de Prevenção de Acidentes e Violência Escolar (Cipave), em parceria com a prefeitura. A unidade também se destaca pelas atividades de policiamento se concentram na prisão de foragidos, no combate ao tráfico de drogas e na apreensão de armas. Para diminuir os crimes, a BM também aposta em patrulhas específicas, como a Operação Comando Itinerante.

COMO FUNCIONA O APLICATIVO DE OCORRÊNCIAS

Foto: Brigada Militar / Divulgação

– O aplicativo permite o registro de acidentes de trânsito, chat para conversa entre os policiais e consulta a pessoas e placas de veículos.

– A ferramenta agiliza o contato entre a central e os PMs que estão na rua. O aplicativo substitui o chamado pelo rádio. Quando um cidadão entra em contato para denunciar um crime, o operador do 190 direciona a ocorrência no sistema para que a viatura mais próxima se desloque ao local. Um GPS indica o caminho mais curto.

– O policial também pode acessar as câmeras de monitoramento da cidade para saber o que se passa em pontos específicos.z Além do tablet, os policiais carregam uma impressora para protocolos e boletins de ocorrência. Durante o registro da ocorrência, o policial também pode captar vídeos, áudios e imagens que vão auxiliar na investigação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *