Mais de 80 equipamentos de segurança usados na Rio 2016 vão substituir revista em prisões no RS

Montante é avaliado em mais de R$ 2 milhões

Penitenciárias de todos os estados brasileiros receberão nas próximas semanas os equipamentos de inspeção eletrônica usados durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio. Mais de R$ 44,6 milhões foram investidos em aparelhos de raio X, portais de detecção de metal e detectores manuais, conforme o Ministério da Justiça e Cidadania.  Os aparelhos devem substituir “a prática da revista vexatória nos presídios”, que servem para evitar a entrada de armas e celulares nas prisões.

A quantidade de dispositivos distribuídos entre os estados vai variar conforme o tamanho do sistema penitenciário de cada um. O Rio Grande do Sul vai receber 20 raios-X, 40 portais e 23 detectores manuais, mas a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) ainda não detalhou o destino de cada equipamento. O montante é avaliado em mais de R$ 2 milhões.

Já São Paulo, por exemplo, vai receber 66 raios-X, 170 portais e 82 detectores. Em Minas Gerais, serão entregues 38 raios-X, 82 portais e 42 detectores.

Segundo o Ministério da Justiça, os contratos de compra dos equipamentos feitos pelo Departamento Penitenciário Nacional para a Olimpíada já previam a entrega e a instalação dos mecanismos pelas empresas fornecedoras diretamente às penitenciárias, logo após o evento esportivo.

Fonte:Agência Brasil e Rádio Guaíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *