Presos voltam a colocar fogo em cela de delegacia na Capital

21104711Cerca de oito detentos incendiaram papéis e peças de roupas. Chamas foram controladas por policiais 

Por: Anderson Aires 

Presos de uma cela da 2ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Porto Alegre, que fica no prédio do Palácio da Polícia, tentaram colocar fogo na estrutura por volta das 21h desta quarta-feira. No último dia 11, detidos no local também repetiram o ato. Segundo o delegado plantonista Thiago Carrijo, cerca de oito detentos atearam fogo em papéis e roupas, mas o foco de incêndio foi controlado por agentes da delegacia com o auxílio de um extintor. De acordo com Carrijo, os presos estavam reclamando da superlotação do local.

— Isso é rotina. Todas as semanas acontecem essas confusões aqui no xadrez. Mas conversamos com os presos e explicamos que não depende de nós, mas sim da Susepe — disse.

O delegado afirmou que ninguém ficou ferido na confusão e que a situação está controlada na delegacia, que não sofreu danos na estrutura. No total, 14 indivíduos estão detidos na sede da 2ª DPPA esperando que a Susepe consiga vagas no sistema prisional gaúcho para realocar os suspeitos. A polícia ainda não conseguiu apurar como os presos conseguiram colocar fogo nos objetos.

Histórico de problemas

No dia 29 de agosto, presos causaram danos à estrutura de uma das celas da 2ª DPPA. A grade do local chegou a ser arrancada pelos detentos. Eles foram levados para o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) e, depois, transferidos para o Presídio Central.

Dez dias atrás, em 11 de setembro, a carceragem da 2ª DPPA foi alvo de protesto por parte de 10 detentos mantidos no local.

Na ocasião, eles atearam fogo em um papelão que ficava no piso de uma das celas para chamar a atenção para o problema de superlotação. Ninguém se feriu na ação.

*Zero Hora

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *