Região ganha 32 novos bombeiros voluntários: Eles atuarão em Campo Bom, Estância Velha, Ivoti e Dois Irmãos

“Noite e dia, faça chuva ou faça sol, eles estão salvando vidas”. A frase dita pelo comandante do 2º Batalhão de Bombeiro Militar, tenente-coronel Carlos Daniel Schultz Coelho, na solenidade de formação do segundo curso de Bombeiro Voluntário – Nível I, na manhã deste domingo (25), no Largo Irmãos Vetter, em Campo Bom, representa a importância e a humildade desses profissionais. A partir de agora a região conta com 32 novos bombeiros voluntários que se formaram e atuarão no efetivo, atendendo todas as ocorrências operacionais. Dos 32 formandos, 13 reforçaram o efetivo de Campo Bom, 14 o de Estância Velha, dois o de Ivoti e três o de Dois Irmãos.
De acordo com o sargento Gildo Machado, comandante do Corpo de Bombeiros de Campo Bom, a formação desses novos profissionais agregará muito para a região. “Com eles, os efetivos terão um aumento de, no mínimo, 2 a 3 bombeiros. Dessa forma, toda a
população sai ganhando porque eles estão aptos a salvar vidas e os patrimônios das pessoas”, disse o sargento Machado, ao falar que o curso teve uma carga horária de 90 horas e foi realizado em três finais de semana.
Para que eles participassem da capacitação, os interessados passaram por um processo de cadastramento, entrevista, exames médicos, adaptação, teste de aptidão física e, finalmente, o curso, em que instrutores militares ministraram aulas de técnica e tática de combate a incêndio, salvamento, resgate, atendimento pré-hospitalar e estágio operacional.

Cidadão com responsabilidades a mais

Após a entrega do diploma do curso de Bombeiro Voluntário, os formandos receberam de seus respectivos padrinhos ou madrinhas, que subiram ao palco, o capacete, símbolo máximo da profissão. Depois, eles fizeram o juramento à profissão.
Cleiton Oliveira da Silva, que deve atuar ao lado dos outros 34 bombeiros voluntários e 16 bombeiros militares de Campo Bom, falou em nome da turma de formandos. “Com a consciência de que ser bombeiro é ser um cidadão com responsabilidades a mais, nos formamos para ajudar na atuação e salvar vidas. Passamos por momentos de tensão e ansiedade, não estamos isentos de errar. Salvar uma vida é salvar toda uma humanidade”, frisou Silva.
A prefeita em exercício de Campo Bom, Márcia Alves, parabenizou os formandos. “Todos que dedicam uma parte de suas vidas para ajudar os outros são merecedores de dignidade”, salientou Márcia.
JORNAL NH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *