ABAMF E ASSTBM APOIAM CPI DA SEGURANÇA PÚBLICA

cpi

A ABAMF e ASSTBM, DEFENDENDO A QUALIDADE NA SEGURANÇA PÚBLICA DOS GAÚCHOS(AS) APOIAM a iniciativa de OAB/RS – Ordem dos Advogados do Brasil – de encaminhar à Assembleia Legislativa do RS o requerimento para uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com o objetivo de investigar o destino dos recursos de Segurança Pública e eventuais ações indevidas e/ou omissas:

Estas representações dos servidores de nível médio da BM vêm alertando para o grave caos estabelecido no setor, que atinge pessoas inocentes e faz crescer, descontroladamente, a criminalidade nas cidades gaúchas. O atual governo não investe no setor desestimula os servidores com parcelamento do salário.

Nos últimos meses, a situação piorou. O salário dos brigadianos é pago em mais parcelas e com valores iniciais menores. A carreira dos militares estaduais foi esquecida e a dupla luta passou a ser contra os criminosos e os constantes ataques do governo aos direitos conquistados pela categoria ao longo de muitos anos.

Para tornar mais grave a situação nas ruas agravou-se a crise carcerária, devido a falta de vagas. O problema, mais uma vez, provoca o comprometimento das atividades no policiamento ostensivo. Brigadianos viraram carcereiros e viaturas foram transformadas em celas. A falta de efetivo fica agravada, pois PMs que deveriam estar policiando as ruas ficam guarnecendo presos em viaturas junto ao Palácio da Polícia.

Por esses motivos, pela falta de investimentos na BM, pelo desrespeito com os servidores, pela inércia e ineficiência do atual governo, a ABAMF e ASSTBM apóiam o encaminhamento da AOB para que uma CPI investigue o destino dos recursos na área de segurança pública.

EXIGIMOS RESPEITO ao POVO GAÚCHO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *