BM abre processo contra candidata a vice da chapa do PT em POA por agressão

Silvana Conti é acusada pelos policiais de ter jogado um vaso na cabeça de um sargento

A Brigada Militar abriu processo por lesão corporal contra a candidata a vice-prefeita da chapa do PT derrotada nas eleições de Porto Alegre, Silvana Conti, do PCdoB. Ela foi identificada pelos policiais como responsável por jogar um vaso de flores na cabeça de um sargento. O incidente ocorreu no momento em que a ex-presidente Dilma chegava para votar na Escola Estadual Santos Dummont, zona sul da capital.

Antes da chegada de Dilma ao local, o juiz eleitoral Niwton Carpes da Silva orientou por telefone Luiz Carlos da Silva, chefe da 160ª zona eleitoral, a impedir que a imprensa e militantes acompanhassem a ex-presidente votando. De acordo com a decisão, Dilma deveria entrar sozinha no local para votar. Por causa disso, iniciou uma grande confusão envolvendo jornalistas, militantes e policiais militares. Vidros foram quebrados e pessoas ficaram feridas.

De acordo com a Brigada Militar, os policiais estavam cumprindo ordem judicial e foram agredidos. Eles fizeram exame de corpo delito e registraram ocorrência contra a Silvana Conti.

“A senhora Silvana Conti, candidata a vice-prefeita, lhe agrediu com um vaso de flores na cabeça. A senhora Silvana Conti não foi presa no ato do cometimento do delito em razão da grande quantidade de pessoas no local, fazendo com que os ânimos estivessem exaltados. Não foi possível localizar a acusada quando os ânimos se acalmaram”, cita um trecho da ocorrência.

Os dois policiais ficaram feridos na cabeça e nos braços, segundo a ocorrência registrada. O caso foi encaminhado para a Polícia Civil.

Na saída do colégio, Silvana, mancando, foi acompanhada por amigos e reclamou de truculência da Brigada Militar, mas não comentou o episódio do arremesso contra os PMs. A Rádio Gaúcha tenta contato com ela nesta segunda-feira.

GAÚCHA

14480466_1200880176652200_1864204655722231336_o

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *