Brigada vai manter viaturas nos principais locais de votação do R

Município do noroeste do Estado está com toque de recolher devido à violência

A Brigada Militar vai manter viaturas em todos as principais zonas eleitorais do Rio Grande do Sul no domingo (2) para garantir a segurança das eleições. A Força Nacional vai atuar em conjunto com os PMs.

De acordo com o comandante-geral da corporação, coronel Alfeu Freitas Moreira, policiais militares ficarão próximos a juízes para coibir crimes eleitorais.

“Nos organizamos para manter tudo em ordem. O que nos preocupa são as questões da boca de urna, o transporte de passageiros e a distribuição de santinhos. Estaremos presentes nas principais zonas eleitorais de Porto Alegre, assim como no interior do estado, para evitar qualquer tipo de problema”, disse.

Será utilizado o videomonitoramento para auxiliar nas ações de policiamento de Porto Alegre. Um oficial ficará no Departamento de Comando e Controle Integrado para encaminhar as ocorrências ao Foro Central. A Guarda Municipal vai estar em 40 escolas públicas da Capital.

No interior, os comandos regionais vão trabalhar junto à Justiça Eleitoral. Em Seberi, no noroeste do Estado, a Justiça Eleitoral impôs toque de recolher, proibindo a circulação de candidatos, cabos eleitorais e militantes entre 23h30 e 6h do dia da eleição. Também está vedado que as coligações mantenham veículos em circulação durante o período.

O motivo é o alto número de ocorrências policiais envolvendo candidatos na região. Em entrevista ao Gaúcha Repórter, o juiz Marco Aurélio Antunes dos Santos justificou a decisão.

“Essa restrição foi estabelecida com a concordância das duas coligações que representam esses candidatos, no sentido de evitar fatos mais graves, sem qualquer tipo de prejuízo com as pessoas que não têm relação com as duas coligações, com as duas campanhas que estão em andamento”, afirmou.

O comandante regional interino da Fronteira Noroeste, major Alexandre Moreira Pereira, conta que houve casos de violência em Cristal do Sul, Seberi, Vicente Dutra,Redentora e Coronel Bicaco.

“Ao total, hoje, na nossa região, já tivemos o total de 38 mandados de busca e apreensão e mandados de prisão realizados pela Brigada Militar e Polícia Civil que estão trabalhando fortemente nessa questão eleitoral, fornecendo subsídio para o Ministério Público, solicitando mandados e a Justiça tem concedido esses mandados”

O oficial lembra que a disputa é voto a voto em alguns locais, já que os municípios.

“Um voto faz muita diferença. Nós já tivemos municípios, como São Martinho, que um voto definiu a eleição. Então um voto se ganha ou um voto se perde. Então cada voto é muito disputado”.

GAÚCHA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *