Crise na Segurança Pública: A Brigada Militar continua fazendo seu papel, mas e os outros órgãos?

brigadamilitarRecente notícia divulgada no telejornal da Rede Record, onde Brigadianos são obrigados a ficar com presos sob custódia no porta-malas de viatura por falta de espaço em delegacias ( ver vídeo ao final), é uma demonstração de que, nesta crise sem precedentes na Segurança Pública do Estado, todos falam de medidas necessárias, mas quando nos deparamos com a situação acima descrita, somos obrigados a perguntar: Será que todos estão de fatos comprometidos com a solução, ou no final de conversa tudo recai sobre a sucateada e mal paga Brigada Militar.

Nossos policiais estão na rua, cumprindo suas obrigações, mesmo sem suporte e sem garantias de salários, ao levar presos para uma Delegacia, além do risco que correram na ação, são obrigados a ficar ao tempo e extrapolar em muitas horas seu turno de serviço, sacrificando seu descanso e sua família.

Não pedimos muita, apenas um pouco mais de seriedade e comprometimento dos  gestores do Estado. A Brigada Militar não é a responsável por esta situação, é apenas quem, com muito sacrifício impede que o cenário fique ainda pior, mas não podemos agir sozinhos.

Não temos um 190 para pedir socorro!!!

 

Onde colocar os presos?
As celas de algumas delegacias, no estado, estão lotadas. E com a falta de espaço, os policiais militares estão recebendo a orientação dos delegados para que os detidos fiquem algemados nas viaturas. RIO GRANDE NO AR

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *