Governadores anunciam apoio à reforma da Previdência, diz Colombo

ffffDe acordo com governador de SC, tema foi discutido em reunião com Temer.
Oito governadores estiveram no encontro com o presidente no Planalto.

Laís Lis e Luciana AmaralDo G1, em Brasília

O governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, afirmou nesta quinta-feira (6) que, em reunião no Palácio do Planalto com o presidente Michel Temer, oito governadores manifestaram apoio à reforma da Previdência.

Estavam presentes, além de Colombo: Geraldo Alckmin (São Paulo), Ivo Sartori (Rio Grande do Sul), Luiz Fernando Pezão (Rio de Janeiro), Paulo Hartung (Espírito Santo), Renan Filho (Alagoas), Rodrigo Rollemberg (Distrito Federal) e Fernando Pimentel (Minas Gerais).

A proposta de reforma da Previdência, uma das principais medidas defendidas pelo presidente Temer para tentar sanar o rombo nas contas públicas, vem sendo elaborada, desde que ele assumiu o governo, por um grupo de trabalho coordenado pela Casa Civil. Entre os pontos discutidos está o aumento da idade mínima para a aposentadoria. O texto da proposta deve ser enviado a Temer ainda nesta quinta e depois será encaminhado ao Congresso.

Segundo Colombo, uma das propostas discutidas na reunião foi o aumento da alíquota da contribuição previdenciária de servidores públicos para 14%. De acordo com o governador, esse tema é um consenso entre os oitos governadores que estiveram reunidos com o presidente Michel Temer. Acima dessa alíquota, explicou Colombo, o Supremo Tribunal Federal (STF) considera confiscatório.

“Nós vamos fazer uma reunião com todos os governadores no dia 13 e formar uma posição nossa, de apoio para que a reforma avance”, afirmou. Segundo Colombo, nesse dia, cada governador vai apresentar estudos básicos com dados de cada Estado e com números como dificuldades, déficits e unificar uma proposta.

O governador alertou que a situação da Previdência nos Estados é muito grave e se as medidas não foram tomadas, dentro de alguns anos não haverá pagamento aos aposentados. “Senão vai quebrar. O modelo realmente está com um déficit muito elevado e crescendo de forma exponencial. Nesse sentido é queremos ajudar a achar a melhor situação para o país”.

Jornal da Band diz que reforma na previdência devem atingir militares federais, produtores rurais e policiais e Bombeiros Militares esses últimos a pedido dos governadores! O Projeto de reforma da previdência só não foi enviado essa semana para não influenciar nos resultados das eleições municipais! Veja o vídeo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *