JOVEM PULA DA PONTE DO PASSO DO PINTO E É SALVO DA MORTE POR POLICIAIS MILITARES.

suicidio-2Um homem foi salvo da morte no começo da manhã desta quarta-feira (19/10) na zona sul de São Gabriel. O jovem Dênis Flores Dorneles, de 19 anos, pulou da ponte do Passo do Pinto, no Bairro Santa Brígida, e ficou desacordado por cerca de 5 minutos preso em galhos de árvores. Três integrantes de uma Guarnição da PATAMO fizeram uma corrente humana e conseguiram chegar até o local onde estava o jovem. Naquela região, por causa da chuva intensa, o Rio Vacacaí está cerca de 1 metro acima do normal. A água já toma conta dos campos que ficam em volta da ponte.
O 1º Sargento Diego disse que a Unidade foi acionada por volta de 7 horas por uma pessoa que viu o Dorneles pular no rio. “Ele teve muita sorte. Depois que pulou no rio e ficou desacordado, ele acabou boiando e ficando preso nas árvores. Isso nos deu tempo de agir… mas com certeza a determinação e coragem dos colegas (Cezario de Figueiró Oliveira, Bruno Machado Macedo e Leonardo Soares da Silveira) foram determinantes para que a vida dele fosse salva”, comentou responsável pela Guarnição da PATAMO.
O jovem foi encaminhado para o Pronto Atendimento do Hospital de Santa Casa de Caridade onde ficou em observação. Os policiais também foram socorridos e mantidos em observação no PA. Dorneles deveria ter ido, de manhã, para o trabalho. Ele reside na Rua 7 de Setembro, no Bairro Andrade, na zona norte da cidade.
Foi o segundo caso de salvamento feito por uma equipe da PATAMO em cerca de 5 meses. Nos dois casos o soldado Cezario estava presente. No dia 29 de maio deste ano, os integrantes da PATAMO impediram que uma mulher morresse afogada. A ocorrência de tentativa de suicídio também aconteceu na ponte do Passo do Pinto. Uma mulher, supostamente com depressão, acabou de jogando na água. O socorro foi feito pelos soldados Jonatas Silveira, Cezario de Figueiró Oliveira e Evaldo Obaldia Guedes. Este último teve que ficar hospitalizado.
Ele pulou fardado e sofreu choque térmico, teve hipotermia e permaneceu no Hospital em observação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *