Piratini ainda não sabe como pagará o 13º salário dos servidores

Sartori-2Além disso, governo ainda depende de repasses para quitar salários de setembro

O Palácio Piratini aguarda pelas movimentações desta semana no caixa único do Estado para anunciar, até a sexta-feira (7), se fará ou não o depósito de novas faixas do salário de setembro do funcionalismo estadual. Até agora, apenas R$ 980 foram depositados para as 351 mil matrículas que integram a folha do Poder Executivo. Este é o oitavo parcelamento salarial consecutivo somente neste ano.
O certo é que a partir da próxima segunda-feira, com o repasse da primeira parcela do ICMS, a Secretaria da Fazenda consiga realizar novos depósitos, mas mantendo a data de 14 de outubro como a final para a quitação integral dos vencimentos.
Nesta terça-feira, em torno de R$ 30 milhões foram pagos aos servidores celetistas. Em paralelo, a Secretaria da Fazenda e o governo gaúcho ainda não receberam nenhum sinal do governo federal para a primeira reunião entre os Grupos de Trabalho das duas partes que irão avaliar o pedido de ressarcimento gaúcho de R$ 2 bilhões aos cofres federais, formalizado ao final de agosto por José Ivo Sartori ao Palácio do Planalto. Em números corrigidos, este seria o total ainda devido pela União das melhorias feitas em rodovias federais gaúchas ainda na década de 80, durante o governo Pedro Simon. É com esse dinheiro que Sartori quer pagar o 13º do funcionalismo, em 20 de dezembro. Porém, outras alternativas a essa quitação já estariam sendo estudadas.
JORNAL NH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *