RJ: Beltrame sai e avisa: governo não pagará dezembro e 13º salário

14708155_1739859756279648_7280405404216779883_nO mesmo dia em que confirmou sua saída do cargo, o secretário estadual de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, pintou um quadro nebuloso quanto ao pagamento dos servidores da pasta nos próximos meses. Ele disse ontem que além do 13º não estaria garantido o pagamento do salário de dezembro do pessoal da pasta, em mais um capítulo da grave crise financeira que o estado vive. “Nada está garantido”, disse Beltrame, em entrevista.
Subsecretário da própria pasta, Roberto Sá assumirá o cargo de titular.
Desde o começo da gestão do governador licenciado Luiz Fernando Pezão, Beltrame vinha atuando para tentar garantir os recursos necessários para a Segurança e evitar que os servidores fossem atingidos pela crise.
Em junho,o secretário havia dito que os recursos de R$ 2,9 bilhões destinados pela União ao Estado do Rio seriam para o pagamento de policiais com salários atrasados. Na ocasião, Beltrame afirmou que era importante honrar o pagamento dos vencimentos, da premiação e do Regime Adicional de Serviço (RAS) para ajudar na motivação dos funcionários.
No dia 10, a Secretaria de Fazenda informou à coluna que o RAS e o RAS Olímpico serão regularizados o”quanto antes”, sem dar uma data específica para o pagamento.
Sobre as declarações do secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, o governo do estado informou, em nota, que “está concentrado para que o pagamento dos salários dos servidores ativos, inativos e pensionistas ocorra dentro do calendário previsto, até o décimo dia útil de cada mês”. Com relação ao 13º salário, não há nada definido.
Depois de quase dez anos à frente da Secretaria de Segurança Pública, José Mariano Beltrame anunciou ontem a saída do governo. Seu substituto será Roberto Sá, que era subsecretário. Beltrame revelou que o governo não terá dinheiro para pagar salários.
gov2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *