TULIO MILMAN: Bombeiros suspendem recebimento de novos planos de prevenção contra incêndios.

Bombeiros serão desvinculados da BM. Foto: Lucas Rivas/Rádio Guaíba
Bombeiros serão desvinculados da BM.

GOTA DÁGUA

A crise prestes a explodir no Corpo de Bombeiros só não poderá causar uma reação no Piratini: surpresa. A corporação tem todos os motivos do mundo para se sentir enrolada pelo governo. Foram sucessivos pedidos de adiamento das decisões sobre a independência orçamentária, operacional e administrativa. Todos concedidos.

A lentidão e a falta de transparência estão causando prejuízos não só aos servidores, mas também à população.

A crise anunciada

Os bombeiros gaúchos anunciaram na sexta-feira a suspensão do recebimento de novos planos de prevenção contra incêndios. A decisão, oficialmente, foi motivada pela falta de regulamentação do procedimento depois das mudanças na Lei Kiss. Na prática, a medida significa a paralisação de qualquer novo empreendimento no Rio Grande do Sul. Os pedidos já protocolados e os eventos temporários seguirão tramitando normalmente.

Os bombeiros estão em meio a uma campanha pela sua autonomia. Sucessivos prazos prometidos pelo Piratini foram descumpridos. O acirramento dos ânimos é visível. De acordo com o governo, os dois projetos que garantirão a autonomia estão prontos. Agora, é só esperar pelo retorno de José Ivo Sartori, que está na Europa. Na reta final, houve mais um enxugamento de cargos. Uma reunião definirá tudo durante a semana.

ZERO HORA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *