Apesar de abaixo-assinado, Passo Fundo não irá formar novos soldados

888por Jornalismo Uirapuru

Os novos soldados que atuarão no estado a partir de 2017 foram apresentados nesta quarta-feira (16), em Porto Alegre. Nenhum dos 1,3 mil soldados atuará em Passo Fundo ou na região. O efetivo será distribuído entre a capital gaúcha, Canoas, Osório e Montenegro. Os soldados passarão primeiro pelo curso de formação, com duração de sete meses.

Após a formatura, que deve acontecer em junho de 2017, vão atuar no policiamento ostensivo ou em atividades de bombeiros. Em outubro, as associações de soldados da Brigada Militar de Passo Fundo fizeram um abaixo-assinado para realizar o curso no município. O objetivo era reforçar o efetivo local e da região.

Segundo o diretor da Associação dos Sargentos, Subtenentes e Tenentes, Sargento Barriquel, o interior do estado está abandonado. A formação seria direcionada aos moradores do município e das proximidades. Foram recolhidas mais de 3.400 assinaturas.

Mas, conforme Barriquel, a pressão política das cidades contempladas foi maior que a mobilização feita no município. Ele destaca que Passo Fundo tem estrutura, com quartel, alojamentos, para atender pelo menos 150 alunos.

O sargento conta que das cidades escolhidas, apenas Montenegro possui escola de formação de soldados. Barriquel lamenta que o governo possa ter priorizado cidades onde a visibilidade da imprensa é maior.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *