Armamento: Brigada Militar de Guaporé recebe carabinas .40

Armas estão a disposição dos policiais militares para o combate a criminalidade - Foto: Divulgação
Armas estão a disposição dos policiais militares para o combate a criminalidade – Foto: Divulgação

As duas armas de grosso calibre foram doadas pela Promotoria de Justiça da Comarca de Guaporé

O aumento nos índices de criminalidade em todo o Estado do Rio Grande do Sul, principalmente os crimes contra a vida, acendeu um alerta na comunidade gaúcha. A população está preocupada, enquanto os policiais civis e militares, que convivem diariamente com os fatos e sabem dos problemas causados pela marginalidade, sofrem com o descaso dos Governos e a falta de recursos humanos e materiais. Doações e investimentos por parte dos Conselhos Pró-Segurança Pública (Consepros), empresários, Poder Judiciário, Ministério Público e Poderes Públicos Municipais têm diminuído a carência de recursos, principalmente na manutenção de viaturas e na aquisição de coletes, armas e munições.

Em Guaporé, além da colaboração do Poder Executivo com o repasse de recursos para o Consepro, da comunidade empresarial (grupo de aproximadamente 50 empresários) que tem feito a sua parte e ajudado diretamente os órgãos de segurança pública para que tenham eficiência em suas ações e operações no combate à criminalidade, o Ministério Público Estadual, destinou recursos, através de transação penal, para a aquisição de armas de grosso calibre para o 4º Pelotão da Brigada Militar, de Guaporé. Duas Carabinas Táticas Taurus Cal .40, (CTT 40) estão à disposição dos policiais militares. Além das armas, com o apoio financeiro dos empresários, foram adquiridos acessórios para dar maior poderio às carabinas, bem como encontra-se em processo de aquisição mais duas armas.

”É com extrema alegria que recebemos essas carabinas que irão colaborar e muito com o trabalho do policial militar no patrulhamento ostensivo. Os bandidos estão cada vez mais audaciosos e com armas pesadas em suas ações criminosas. Nós, por vezes, os combatemos com armamento de menor potência e isso coloca em risco nossos policiais. Essas armas, esperamos não usá-las efetivamente, vieram em boa hora. Sabemos dos esforços que o Ministério Público, empresários e esferas governamentais estão desprendendo para que a Brigada Militar e a Polícia Civil possam proporcionar mais segurança à população. Não temos palavras para agradecer. Só podemos dizer, muito obrigado e continuem nos auxiliando que estamos fazendo o máximo para retribuir esse belo trabalho”, destacou o Tenente Greff, comandante da Brigada Militar de Guaporé.

Segundo Greff, a CTT40 é uma versão de funcionamento apenas semiautomática da submetralhadora Taurus SMT40. A arma é leve, de fácil manejo, e de cômoda utilização. Utiliza carregador em aço, com capacidade de 30 cartuchos. O seletor de tiro/segurança e o retém do ferrolho possuem teclas ambidestras, assegurando versatilidade no seu uso por parte dos policiais militares.

Central de Conteúdo Unidade Aurora

935598616442a4066fcff13681d892b2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *