Correio do Povo: Curso de formação de 1,3 mil PMs e bombeiros vai antecipar etapas para que grupo comece a atuar em três meses

Os Cursos Básicos de Formação: Policial Militar e de Bombeiro Militar têm carga horária de 1600 horas-aula, incluindo o estágio operacional.
Os Cursos Básicos de Formação: Policial Militar e de Bombeiro Militar têm carga horária de 1600 horas-aula, incluindo o estágio operacional.

Operações não devem ser rotineiras e terão acompanhamento até os soldados se formem, em junho de 2017

Mil e 300 alunos-soldados, sendo 1.040 da Brigada Militar (BM) e 260 do Corpo de Bombeiro Militar, foram apresentados oficialmente no fim dessa manhã em solenidade realizada na Academia de Polícia Militar, na avenida Aparício Borges, no bairro Partenon, em Porto Alegre. O curso de formação, com 600 horas/aula, abrange estágios operacionais, dura sete meses e vai ser ministrado em Porto Alegre, Canoas, Montenegro e Osório. O início é previsto para o dia 21. A previsão é de que os soldados se formem em junho de 2017.

O comandante-geral da BM lembrou que o efetivo vai atuar em cidades com maiores índices de criminalidade. O coronel Alfeu Freitas Moreira citou Porto Alegre, região Metropolitana, Vale dos Sinos, Serra e zona Sul. Ele também não descartou que, em três meses, os futuros PMs já estejam atuando para “terem aulas práticas de policiamento ostensivo”, com monitoramento e acompanhamento. Nesse sentido, segundo o oficial, as aulas de técnica de policial militar, como uso da arma de fogo, preenchimento de documento operacional e decisão de tiro, entre outras, serão antecipadas dentro do curso de formação. “Eles não serão empregados rotineiramente”, acrescentou.

Para o secretário estadual de Segurança Pública, Cezar Schirmer, os futuros brigadianos devem sair às ruas para enfrentar a violência e criminalidade com firmeza, energia, coragem e determinação. Ele lembrou ainda que a área da segurança pública foi a única contemplada com aumento de recursos, estimado em quase 20%, no orçamento estadual do próximo ano. “É prioridade desse governo”, assinalou.

Já o governador José Ivo Sartori destacou que os futuros policiais militares devem buscar o engajamento e espírito público em prol da sociedade. “Que seja a caminhada de cada um de vocês. Cada um de vocês vai cumprir um papel público, um papel institucional. Sejam leais à missão de proteger o povo e zelar pelas pessoas, cuidando do maior patrimônio que é a vida”, afirmou.

Fonte:Correio do Povo e Rádio Guaíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *