Há oito meses, Rio Grande possui apenas um quartel dos bombeiros aberto

17166523Cidade deveria ter 80 bombeiros, mas só possui 29 em atividade

Desde março, Rio Grande tem apenas um dos três quartéis do Corpo de Bombeiros funcionando para atender a demanda de 200 mil habitantes. Por falta de efetivo, as cotas de horas extras do 3° Batalhão de Bombeiro Militar (3°BBM) não são suficientes para deixar todas as unidades abertas.

Em Rio Grande, a unidade do Balneário Cassino fechou após o término da Operação Golfinho. E a unidade do Bairro Trevo só fica aberta dois dias por mês. Segundo o comando, a cidade deveria ter 80 bombeiros, mas só possui 29 em atividade. Só neste ano, oito servidores entraram com pedido de aposentadoria e quatro estão afastados por problemas de saúde.

Em Pelotas, das quatro unidades, apenas duas funcionam normalmente: a do centro e a do Aeroporto. Nos Bairros Três Vendas e Fragata, há revezamento. As unidades são abertas a cada dois dias. Dos 130 bombeiros, a cidade conta com 65.

A tendência é que o problema se agrave com a chegada da Operação Golfinho, já que os militares são disponibilizados para o serviço de salvamento.

GAÚCHA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *