Rádio Guaíba: Assembleia volta a aprovar antecipação e deságio em dívida da GM para ajudar a pagar servidores

206510_gMedida gerou polêmica em 2015

A Assembleia Legislativa aprovou hoje um projeto de lei do governo estadual alertando a Lei que instituiu o Fundo de Fomento Automotivo do Rio Grande do Sul, o Fomentar/RS. Foram 35 votos a favor e 15 contra. A matéria repete o que já ocorreu em fim de 2015 e permite, em razão da crise financeira, que a montadora General Motors pague uma parcela do deve, no âmbito do programa, de forma antecipada e com deságio, o que baixa o valor final em um montante não divulgado pelo Palácio Piratini.

Com a aprovação da matéria, o governo busca captar, junto à GM, cerca de R$ 300 milhões à folha de pagamento do funcionalismo, que custa cerca de R$ 1 bilhão. No ano passado, o valor ajudou a pagar os salários de novembro, mas a oposição sustentou que, ao permitir a antecipação de outros R$ 300 milhões, o governo abria mão de R$ 377 milhões com base no cálculo original, com a incidência de juros e correção. Nessa mesma época de 2015, o secretário da Fazenda, Giovani Feltes, admitiu a necessidade de “vender o futuro para pagar o passado”.

Da tribuna, os deputados petistas Tarcísio Zimmermann, Nelsinho Metalúrgico, Adão Villaverde e Luiz Fernando Mainardi criticaram o governo pela política de beneficiamento a empresas, em detrimento do funcionalismo. Já os deputados Frederico Antunes (PP) e Tiago Simon (PMDB) defenderam a iniciativa.

Fonte:Rádio Guaíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *