Rádio Guaíba: Secretário de Segurança negocia alternativa para evitar parcelar salários

Mesmo com o Estado “chegando ao fundo do poço”, Cezar Schirmer vê policiais dedicados e motivados

Schirmer negocia alternativa para pagar servidores da segurança sem parcelar salário | Foto: Carmelito Bifano / Especial CP
Schirmer negocia alternativa para pagar servidores da segurança sem parcelar salário | Foto: Carmelito Bifano / Especial CP

O secretário de Segurança do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer, revelou em entrevista ao programa “A Cidade é Sua”, da Rádio Guaíba, que negocia com o governador José Ivo Sartori uma alternativa para não parcelar o salário dos servidores da segurança. Apesar de considerar difícil, devido a problemas jurídicos, Schirmer garante que Sartori está disposto a resolver o problema da área.

“(O aquartelamento) É uma manifestação dos policias em função do parcelamento. Nem eu e nem o governador gostam de parcelar os salários, mas, infelizmente, é uma tragédia que se abate em todo o Brasil. Gostaria que se desse um tratamento diferenciado para a segurança pública. (Não parcelar os salários dos soldados) Ou pagar aqueles que recebem menos antes. Tenho conversado com o governador e ele é muito sensível a esse assunto. Está examinando e espero que logo, logo, tenhamos uma compreensão plena do assunto. Isso envolve ações judicais e tem problemas de outras naturezas. Esse é um assunto que tem que ser tratado de forma diferenciada”, declarou Schirmer.

Em vários momentos da entrevista, o secretário se mostrou preocupado com o parcelamento e fez questão de destacar que os servidores não deixaram de cumprir as suas funções na segurança. “Sou solidário aos meus servidores. Chegamos ao fundo do poço, o governo não atrasa porque quer. Apesar disso, das dificuldades materiais, ainda assim, encontro, policiais civis, IGP e servidores da Brigada Militar com muita disposição, empenho e dedicação. Essas são as pessoas que dão o melhor de si pelo Estado”, declarou o secretário.

Cezar Schirmer garantiu que está fazendo o possível para resolver os problemas dos salários e de estrutura da pasta. “O governador Sartori entendeu sabiamente que a segurança pública é um problema gravíssimo e tem que ser enfrentada. Com pena daqueles que tem dinheiro vão morar no exílio e aqueles que não se escondem dentro de casa”, afirmou.

2 Comentários

  1. JONAS ANTONIO MARQUES DE VARGAS

    COMO ESSE GOVERNO E TERRIVEL, OLHA O QUE ELES QUEREM FAZER PAGAR CABOS E SOLDADOS EM DIA, E OS DEMAIS VAI PAGAR DO JEITO QUE ELES QUEREM, E NOS SEGUIMOS PAGANDO JUROS, PRINCIPALMENTE AO BANRISUL, ESSE E O GOVERNO SARTORI.

  2. SO TEM UM JEITO…. PEDIR AFASTAMENTO POR DOIS ANOS CONFORME PREVÊ A LEI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *