RJ: Dois PMs do Batalhão de Choque abandonam o cerco na Alerj e se juntam aos manifestantes ( VÍDEO )

policia-choque-abandono
Manifestação no Rio: policial do Choque abandona cordão de isolamento e se junta aos manifestantes (Cedido a EXAME.com por Julio Trindade/Divulgação)

Dois soldados do Batalhão de Choque do Rio de Janeiro que faziam parte do cordão de isolamento do Palácio Tiradentes, sede da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj), deixaram o cerco e se juntaram aos manifestantes no início da tarde de hoje.

Milhares de servidores protestam nesta quarta-feira, 16, em frente ao prédio da Alerj contra o pacote de cortes do governo do estado, que terá duas medidas votadas na tarde de hoje.

Policiais militares, civis e bombeiros participam do ato, que começou às 10h e conta com a adesão de várias categorias, como servidores da Justiça e educação.

O estudante de jornalismo Julio Trindade presenciou o momento em que os policiais do Choque aderiram ao protesto. “O Choque foi em direção à Alerj, reprimindo a população que estava desde a altura do Tribunal de Justiça – entre eles, alguns manifestantes, mas outros esperando atendimento ou retornando de almoço – com bombas e jatos d’água”, disse Trindade a EXAME.com.

Segundo ele, os policiais que aderiram ao protesto foram aplaudidos pelos manifestantes. “Quando o batalhão chegou na frente da garagem do Menezes Cortes, esses dois policiais do Choque, que estavam no front, abandonaram o posto e resolveram voltar no sentido contrário, sendo ovacionados pela população”, afirmou Trindade.

Veja o momento em que os policiais aderiram ao ato:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *