ZERO HORA: Dezesseis PMs têm de abandonar policiamento para realizar custódia de presos em Porto Alegre

21876589Policiais monitoram ao menos 10 presos detidos em nove viaturas da Brigada Militar (BM) na manhã desta quinta-feira

Por: Zero Hora

Dezesseis policiais militares (PMs) tiveram de abandonar o policiamento ostensivo para realizar a custódia de presos nesta quinta-feira em Porto Alegre devido à falta de vagas no sistema penitenciário. Os PMs monitoram ao menos 10 homens que estão detidos em nove viaturas da Brigada Militar (BM) em frente ao Palácio da Polícia, na Avenida Ipiranga.

As viaturas — entre elas, dois camburões e uma caminhonete — estão estacionadas junto à porta da 2ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). Devido ao acúmulo de veículos, a calçada está bloqueada e pedestres têm de desviar para passar pelo local.

No sábado, depois de presos depredarem um micro-ônibus onde eram mantidos detidos, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) do Estado anunciou o ônibus “Trovão Azul” como alternativa para a falta de vagas. O coletivo que será utilizado para a custódia de detentos chegou a Porto Alegre na quarta-feira.

O ônibus passará por vistoria para que possa ser utilizado. Depois, o coletivo adaptado para ser utilizado como carceragem será entregue à BM. O “Trovão Azul” tem capacidade para abrigar aproximadamente 30 detentos e antigamente era utilizado pela Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) para transportar apenados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *