ABAMF faz plantão no Legislativo e quer pagamento do 13° imediatamente

O presidente da ABAMF  afirmou que espera do judiciário rigor com o governo no cumprimento das ordens judiciais. “Os servidores estaduais já tiveram diversas decisões judiciais favoráveis, mas o governo simplesmente não cumpre e nada acontece. Já na greve dos agentes penitenciários, a decisão foi rápida para que todos voltassem ao serviço, mostrando dois pesos e duas medidas”. Leonel Lucas  falou durante os diversos plantões que a ABAMF tem feito no Legislativo, desde o início da votação do pacote do governo. Nas entrevistas, reafirma, seguidamente, que a entidade está lutando pela  garantia dos direitos já conquistados.  Além disso, não é aceito o aumento no tempo de serviço dos brigadianos e brigadianas.

As entidades de nível médio da BM realizam uma manifestação responsável, sem provocar os colegas que estão em serviço pela manutenção da ordem. Sem ofender, sem jogar objetos… O campo de luta da ABAMF é junto aos deputados e no Judiciário, pois somente esses caminhos podem levar a vitória. Os deputados que votarem contra os brigadianos estarão no site. A resposta será com a negativa de voto nesses políticos. Por isso, a ABAMF sempre repete a importância de haver representantes da categoria na Assembleia Legislativa.

A Direção Estadual parabeniza as Regionais que, com muito esforços, estiveram em Porto Alegre. Também aos brigadianos, a maioria veteranos, que foram na Praça da Matriz demonstrar o descontentamento da categoria com o ataque aos militares estaduais com a retirada de direitos, parcelamento do salário e não pagamento do 13° salário.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF

Deixe uma resposta