Homenagem postada do Comandante de São Gabriel ao soldado Bento morto no último domingo

Palavras do comandante do Sd BENTO de São Gabriel:

A sociedade está morrendo…

A morte do Soldado Bento não teve suas causas apenas em uma briga de fim de noite,
a sociedade está morrendo…
Em uma sociedade que a cada dia perdem-se valores morais, referências do certo e do errado, onde a cada dia vemos jovens delinquirem, e delinquirem sempre, e essas condutas não são freadas, onde por vezes, não há a valorização daqueles que a protegem,
a sociedade está morrendo…
O Soldado Bento morreu por que não se omitiu, morreu por que fez aquilo que bradou em seu juramento quando da sua formatura como Soldado da Brigada Militar, morreu por que trazia em seu peito o destemor, a coragem e o afã de dar fim às barbáries, a sociedade está morrendo…
Quando aqueles que a defendem, quando aqueles que colocam a sua vida a disposição, em prol dos outros não mais são respeitados, não mais são reconhecidos, não mais são tratados com dignidade, não mais são apoiados,
a sociedade está morrendo…
O Soldado Bento, do valoroso 4º Esquadrão do 2º RPMon, partiu, com certeza está em um lugar reservado aos heróis, pois combateu o bom combate, foi amigo dos amigos, foi leal aos seus princípios, de retidão, de caráter ilibado, foi um jovem cheio de sonhos, foi uma pessoa que só pensava positivamente, que já era um vencedor e talvez por isso, por querer dar solução aos problemas que a ele se apresentavam ele morreu, a sociedade está morrendo…
Hoje foi o Soldado Bento e quantos mais serão necessários tombar para nos darmos conta de que a sociedade está morrendo? Que as pessoas de bem estão acuadas, que as pessoas de bem não mais aguentam tanto garantismo, tanta hipocrisia, tantas falácias,
a sociedade está morrendo…
Somos a última trincheira, estamos combatendo, não sei até quando, mas sei que combateremos até que não tenhamos mais forças, pois se de nós depender,
a sociedade não irá morrer!!!!
Descanse em paz Soldado Bento Junior Teixeira Borges, foi uma honra ombrear contigo…

Deixe uma resposta