Piratini articula para iniciar votação de pacote na quinta-feira

21836396* por Mateus Ferraz

O governo do Estado tentará agilizar a votação do pacote que prevê extinção de autarquias, mudanças no pagamento do funcionalismo e na Previdência, diminuição de incentivos fiscais, entre outras medidas. A base aliada na Assembleia Legislativa conseguiu o apoio necessário para publicar as matérias nesta terça-feira (13).

Com isso, todas estarão aptas para votação na próxima quinta-feira (15). Uma reunião de líderes extraordinária deve ocorrer antes da apreciação dos textos, justamente para decidir o que será votado primeiro.

A expectativa dos aliados é que a pauta dos projetos polêmicos não seja concluída em apenas uma sessão, embora ainda não haja um plano para outros dias de votação.

Neste momento, um dos temas que mais preocupa o Estado é referente ao pagamento do 13º salário. Como o Piratini está convencido de que não terá recursos suficientes para quitar a gratificação natalina até o final do ano, propôs, através de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) a possibilidade de quitar metade dos valores até 30 de dezembro e o restante até novembro de 2017.

A medida recebe forte resistência até mesmo de deputados da base aliada. Como a matéria é uma PEC, precisa ser aprovada em dois turnos, com ao menos 33 votos.

Deixe uma resposta