Polícia Civil não fará mais operações até a conclusão dos pacotes do Governo Sartori

Carta Aberta aos Delegados de Polícia do Rio Grande do Sul
Posted by ugeirm On dezembro 16, 2016

A Polícia Civil, uma das instituições mais reconhecidas pelo povo gaúcho, passa por um dos momentos mais difíceis da sua história. Os ataques que o governo Ivo Sartori/PMDB tem desferido contra a instituição e seus profissionais, nos tem levado a prever tempos ainda mais difíceis. Apesar do descaso do governo, os Agente s Policiais, em conjunto com os Delegados, ainda têm conseguido cumprir com sua obrigação primeira, que é garantir a segurança da população gaúcha.

No entanto, a situação está se aproximando do limite. Os constantes parcelamentos de salários, os cortes de investimentos e o déficit do efetivo têm exaurido as nossas forças. Mas, como se não bastasse, o governo desferiu mais um ataque à nossa instituição: o Pacote de Ajuste Fiscal. Esse conjunto de medidas debilita ainda mais a Polícia Civil. Medidas como a retirada da Constituição Estadual da obrigatoriedade do pagamento dos salários no mês trabalhado, o confisco de metade do 13º salário e o aumento da alíquota da contribuição previdenciária, atingem em cheio os Policiais e Delegados.

Os Policiais Civis, em Assembleia Geral com a presença de quase 4.000 Agentes, deliberou pela não participação nas Operações Policiais até a conclusão da votação do Pacote do governo. Essa medida extrema, acontece por entendermos que essas Operações têm servido apenas como propaganda do Governo, camuflando a precária situação que encontramos no nosso cotidiano. A política do governo Sartori, desde a sua posse, levou o nosso estado a uma verdadeira epidemia de violência. Nós, que estamos na linha de frene do combate à violência, junto com os Delegados de Polícia, sentimos na pele o resultado dessas políticas. Não podemos mais fechar os olhos a essa realidade e agirmos como se tudo estivesse dentro da normalidade. Continuar realizando as Operações Policiais, enquanto o Pacote que ataca os direitos básicos dos profissionais da Segurança Pública, como receber os salários em dia, é votado na Assembleia Legislativa, é uma atitude temerária com o futuro do nosso estado. Esse entendimento, por parte de Agentes e Delegados, já cancelou várias Operações Policiais nos últimos dias.

Por isso, convidamos os Delegados de Polícia a se unirem aos Agentes de Polícia na decisão de não participar das Operações Policiais até a conclusão das votações do Pacote do Governo. O compromisso com a segurança da população gaúcha é de toda a Polícia Civil e, hoje, defender a segurança dos gaúchos é derrotar o Pacote do Governo Sartori/PMDB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *