Porto Alegre recebe investimento de Plano Nacional de Segurança

Ações serão voltadas para o combate de homicídios, violência contra a mulher, racionalização do sistema penitenciário e fronteira

Por: Lucas Abati ZERO HORA

Entre as três primeiras capitais brasileiras a receber o projeto, o Plano Nacional de Segurança será implementado em Porto Alegre na primeira quinzena do mês de janeiro. As ações foram definidas por técnicos ligados ao Ministério da Justiça, que estiveram no Estado para elaborar o Planejamento Tático Integrado — que vai atuar com órgãos federais, estaduais e municipais.

Além de Porto Alegre, as cidades de Natal e Aracaju — que concentra o maior número de homicídios por habitantes — vão receber o plano como projeto-piloto. Até março, a expectativa do Ministério da Justiça é expandir o plano para todas as capitais brasileiras. Ao todo, serão investidos R$ 1,4 bilhão.

No Rio Grande do Sul, três eixos irão nortear a implementação do plano: combate a homicídios e violência contra a mulher, racionalização do sistema penitenciário e segurança nas fronteiras. O investimento será em capacitação de servidores, operações com base em inteligência policial, fortalecimento da perícia e formação de barreiras.

Nesta quarta-feira (28), duas novas viaturas serão entregues para o Instituto-Geral de Perícias atuar em local de crime.

1 Comentário

  1. e o nosso décimo terceiro. somos otários mesmos.

Deixe uma resposta