Apenado que colocaria tornozeleira eletrônica em Porto Alegre é flagrado com armas e até um drone

Material estava com apenado ao chegar no Instituto Penal Pio Buck
Foto: Divulgação / Brigada Militar

Brigada Militar monitorava detento que chegou ao Instituto Penal Pio Buck nesta terça para a colocação do equipamento de monitoramento. Outros quatro homens foram presos e um adolescente foi apreendido

Uma ação da Brigada Militar flagrou um arsenal com seis pistolas e carregadores, além de um drone, com um detento que chegava ao Instituto Penal Pio Buck, em Porto Alegre, para a colocação de uma tornozeleira eletrônica na manhã desta terça-feira. Quatro homens foram presos e um adolescente foi apreendido na ação planejada pelo Setor de Inteligência do Batalhão de Operações Especiais (BOE). As informações são da Rádio Gaúcha.

Os policiais receberam a informação de que o membro de uma quadrilha de traficantes iria até a casa prisional e passaria ao monitoramento eletrônico. Ele se deslocou até o local junto com os outros quatro três homens e um adolescente que faziam a segurança dele, em um carro e quatro motocicletas.

Ao revistar os presos e procurar no veículo, os PMs encontraram o drone e seis pistolas — sendo quatro delas importadas. Uma das armas estava com o chamado ¿carregador caracol¿, que serve para que a pistola atire em forma de rajada e possa ter 120 unidades de munição.

Os policiais afirmam que a quadrilha tem como base a Vila Planaltina, no bairro Jardim Itu Sabará, zona norte de Porto Alegre.

Carregador em forma de caracol aumenta a capacidade da pistola para até 120 disparosFoto: Divulgação / Brigada Militar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *