GAÚCHA: Sete municípios já se candidataram para receber presídio federal no RS

Governo gaúcho pretende apresentar em fevereiro pelo menos duas propostas de área para a União

Por: Cid Martins

O secretário da Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer, afirmou nesta segunda-feira, no programa Gaúcha Repórter, que sete municípios já se ofereceram para receber o presídio federal anunciado pelo presidente Michel Temer, e que o prazo ainda está em aberto. No entanto, ele preferiu não falar no momento os nomes das cidades. As informações são da Rádio Gaúcha.

O secretário destacou que está ocorrendo uma pré-avaliação das ofertas e ressaltou as características básicas para a escolha da área: um terreno com 25 hectares, próximo a uma rodovia e próximo a um aeroporto. Schirmer pretende escolher pelo menos duas áreas até fevereiro e depois apresentar ao Ministério da Justiça para decisão em conjunto.

Ouça a entrevista na íntegra:

O mês foi escolhido para aproveitar o lançamento do Plano Nacional de Segurança Pública no Estado pelo próprio ministro Alexandre de Moraes. O governo federal anunciou cinco presídios novos e até agora definiu apenas que um deles será no RS.

Segurança

Sobre o presídio de Canoas, o secretário disse que espera pela conclusão das obras que faltam até julho e lembrou ainda que, neste ano, pretende concluir as obras do presídio de Guaíba, que já estão 70% concluídas. Sobre presos em delegacias, ele manteve a previsão para fevereiro da conclusão de um centro de triagem. A obra está sendo executada pelo Exército.

Em relação aos militares, ele descarta temporariamente a presença das Forças Armadas em presídios gaúchos, mas entende que os agentes poderiam auxiliar ainda mais no controle do tráfico de drogas e do contrabando de armas na fronteira com o Uruguai e com a Argentina.

Por fim, Schirmer falou também que está construindo junto com o governo uma reposição automática do efetivo da Brigada Militar. Ainda está em tratativas, mas o objetivo é fazer uma reposição trimestral ou quadrimestral.

Ele disse que na próxima quinta-feira anuncia os índices de criminalidade de 2016 em relação a 2015 e antecipou que houve reduções. No mesmo dia, deve anunciar um aplicativo para que os policiais consultem na rua dados estatísticos nos próprios celulares.

— Também vamos buscar mais parcerias com prefeituras para ações de segurança, como por exemplo, a reunião de hoje com o prefeito de Porto Alegre. Serão ações ostensivas, de inteligência e preventivas — ressaltou Schirmer.

A Secretaria começou a tratar do assunto com Porto Alegre e depois serão mais 20 municípios, a maioria da Região Metropolitana. Todos eles, juntos, representam 85% da criminalidade no estado. A meta é atingir todo o estado na tentativa de combater a violência.

*Rádio Gaúcha

Deixe uma resposta