Grupo de Ações Especiais da Susepe forma novos integrantes

Superintendente da Susepe, Marli Ane Stock junto aos integrantes do Gaes, diretor substituto do Dsep e coordenador do grupoFoto de Caroline Paiva

terça-feira (03), o Grupo de Ações Especiais da Susepe (Gaes) formou mais sete novos agentes penitenciários para integrar a equipe, que é a responsável pelas táticas de intervenção prisional no Estado. Na ocasião, os novos integrantes receberam os brevês, um tipo de distintivo, que os identificam como membros do grupo.

No processo seletivo, iniciado em julho de 2016 com a publicação do edital, os servidores passaram por várias etapas, incluindo testes físicos, psicológicos e entrevistas. Após esse período, os agentes tiveram aulas teóricas e práticas, onde foram abordados temas como intervenção prisional, uso da arma de fogo e Lei de Execução Penal (LEP). As aulas teóricas ocorreram na sede do Gaes e as práticas foram realizadas em presídios da região e pistas automobilísticas.
A superintendente da Susepe, Marli Ane Stock, presente no momento da formatura, explicou que a Superintendência procura atender todas as solicitações do Gaes dentro do possível e lembrou da responsabilidade e espírito de equipe que é preciso ter quem escolheu ser do grupo. “Sempre que se precisa manter a ordem no ambiente carcerário,  este grupo é o primeiro a ser chamado. Antes tínhamos que chamar a Brigada Militar e, agora, o Gaes resolve”, relatou.

O diretor substituto do Departamento de Segurança e Execução Penal (Dsep), Fabrício Ragagnin, que também participou da formatura, parabenizou os agentes pelo êxito nas etapas concluídas. Já o coordenador do Gaes, Juliano Moro, que lidera o grupo e ministra grande parte das aulas, comentou sobre a importância da estrutura da equipe e do auxílio dos servidores veteranos na formação dos novos integrantes.
Agentes receberam brevês, identificando-os como membros do grupo

SSPRS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *