Schirmer será um dos coordenadores do Plano Nacional de Segurança

Secretário da Segurança gaúcho será intermediador das demandas dos estados da Região Sul

O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, criou uma comissão para implementar o Plano Nacional de Segurança no Brasil e o secretário gaúcho, Cezar Schirmer, vai ser o interlocutor das demandas dos estados da Região Sul. O responsável pela área da Segurança no Rio Grande do Sul integra um grupo de trabalho composto por cinco secretários da Pasta e cinco secretários de Administração Penitenciária.

Segundo Schirmer, a intenção é facilitar o trabalho do próprio Ministério da Justiça a partir do conhecimento das autoridades em relação às características de cada unidade da Federação. “A criação da comissão é fundamental na medida em que são os estados que conhecem as suas realidades. A intenção é que possamos apontar caminhos e eventuais ajustes para adequar o Plano à realidade de cada região”, salientou Schirmer.

O Plano Nacional de Segurança é um conjunto de medidas que tem como objetivo reduzir homicídios, feminicídios, combater o tráfico de drogas e suas ramificações internacionais, além de modernizar o sistema penitenciário.

Entre os investimentos, já foi autorizado um repasse de R$ 295,4 milhões aos estados, sendo R$ 147,6 milhões para a aquisição de bloqueadores de celular, R$ 70,5 milhões para scanners e R$ 77,5 milhões para tornozeleiras. Ainda foi confirmado um investimento de R$ 200 milhões para a construção de cinco novos presídios federais, sendo um deles no Rio Grande do Sul.

Fonte:Voltaire Porto / Rádio Guaíba

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *