Sete cidades têm interesse em receber presídio federal, revela Schirmer

Sete cidades mostraram interesse em receber presídio federal, revela Schirmer | Foto: Guilherme Testa / CP Memória

Secretário da Segurança Pública afirmou que tomou medidas necessárias para evitar rebeliões no RS

Correio do Povo e Rádio Guaíba

Pelo menos sete cidades gaúchas demonstraram interesse em receber um presídio federal no Rio Grande do Sul. A revelação foi feita na manhã desta segunda-feira pelo secretário da Segurança Pública, Cezar Schirmer, que não quis informar quais municípios se colocaram à disposição para abrigar a penitenciária. “São sete municípios. Outros prefeitos me telefonaram e não decidiram ainda. O presídio deve criar até 220 vagas no sistema prisional”, explicou em entrevista à Rádio Guaíba. A informação de que o Estado contaria com uma casa prisional federal já havia sido antecipada pelo Correio do Povo.

Schirmer explicou que a escolha da cidade será tomada no futuro porque há uma série de critérios exigidos pelo Ministério da Justiça que devem ser objetivos e entre eles está a área, que deve ser de pelo menos 25 mil hectares. “O presídio é um dos assuntos que vou tratar em Brasília e vou levar ao ministro Alexandre de Moraes os municípios que demonstraram interesse. As exigências ainda apontam para uma cidade que seja próxima a um aeroporto, de fácil acesso com uma área plana”, acrescentou.

Ao falar sobre a possibilidade de uma rebelião no Rio Grande do Sul depois do motim que terminou com 26 mortos no Rio Grande do Norte, Schirmer garantiu que o Estado não está transferindo presos gaúchos para penitenciárias federais. Além disso, ele assegurou que todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para evitar um episódio semelhante em solo gaúcho. “Estamos trabalhando com a inteligência do sistema penitenciário e tomando cautelas para que isso não aconteça aqui. Fizemos reuniões com a Superintendência de Serviços Penitenciários, Brigada Militar, Polícia Civil e Ministério Público”, observou.

Mais presídios no Rio Grande do Sul 

Cezar Schirmer confirmou ainda que a intenção da Secretaria da Segurança Pública é promover nos próximos anos a construção de mais presídios no Rio Grande do Sul. A pasta analisa a possibilidade para as cidades de São Leopoldo e Bento Gonçalves.

“Estamos pensando nisso e temos até representantes da Susepe conversando com prefeito de São Leopoldo. Temos ainda aquele que terá o investimento de um grupo Zaffari. Vamos construir mais presídios sim”, enfatizou Schirmer.

BM fora do Presídio Central 

A saída definitiva da Brigada Militar do Presídio Central é algo que é estudado pela atual gestão da Secretaria de Segurança Pública. Para Schirmer, a corporação está há muito tempo no local, quando deveria estar nas ruas de Porto Alegre.

“Tudo que estou dizendo é apenas no campo da hipótese, até porque não há decisão sobre esse assunto. Eu tenho certeza de que a BM quer sair porque não é a sua função. A Susepe quer fazer isso porque aí cumpriria a sua função na plenitude. Tenho certeza de que isso irpa acontecer no futuro, mas não posso dizer quando, se vai ser ano que vem, nesta gestão ou no próximo governo. O meu desejo é que os policiais militares que trabalham lá voltem para a função ostensiva. Precisamos de PMs nas ruas”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *