Confronto entre criminosos e BM deixa dois mortos na Vila Jardim

Troca de tiros ocorreu no meio da tarde desta sexta-feira em local conhecido como ponto de tráfico da Vila Jardim

Por: Schirlei Alves ZERO HORA

Moradores da Rua dos Prazeres, no bairro Vila Jardim, zona leste de Porto Alegre, tiveram o sossego quebrado por uma troca de tiros inesperada na tarde desta sexta-feira. O sargento da Brigada Militar Fabiano da Silva e o parceiro dele desceram da viatura para fazer uma patrulha a pé em um beco conhecido por ser um ponto de tráfico de drogas.

A trilha no meio do mato os levou até um casebre onde, segundo o sargento, foram recebidos por quatro homens armados. Na troca de tiros, dois foram mortos pela polícia e os outros fugiram. Uma pistola de calibre 9mm e mais um carregador de munições foram apreendidos.

— Fazíamos uma patrulha despretensiosa. Entramos para dar uma olhada. Mas um deles atirou seis vezes na minha direção, por sorte não acertou. Nós revidamos e atingimos dois. Os outros dois fugiram — contou o sargento.

As marcas de tiros eram visíveis em um paredão de concreto próximo ao casebre. Um saco de estojos de munições foi recolhido pela perícia. O chão ainda preservava os sinais do confronto e dos corpos que haviam acabado de ser recolhidos pelo Departamento Médico-Legal (DML).

Um dos mortos foi identificado como Bruno Gabriel Dorneles, de 22 anos. A outra vítima não havia sido identificada até o final da tarde.

Um morador que não quis ser identificado contou que a troca de tiros entre grupos rivais e o movimento de desconhecidos em função do tráfico são constantes na região.

Outra moradora que também não quis ser identificada disse que gostaria de mudar de bairro, mas que não tem outra opção senão a de conviver com a violência.

— Fico preocupada, principalmente à noite. Gostaria de sair daqui, mas vou para onde? Não tem jeito — lamentou a mulher.

De acordo com a BM, além de ocuparem a área como ponto de tráfico, os traficantes expulsam os moradores. Cinco casebres vizinhos ao ponto foram incendiados recentemente pelos criminosos.

 

Fonte:Rádio Guaíba

Deixe uma resposta