ZERO HORA: Após formatura de 217 policiais civis, delegacias da Serra recebem 13 novos servidores

Maior número ficou para Caxias do Sul, que recebeu cinco agentes 

Por: ZERO HORA

Dos 217 policiais civis formados pela Academia de Polícia, apenas 13 foram destinados para Serra. Em Caxias do Sul, cinco novos servidores se apresentaram nesta sexta-feira. Apesar do número corresponder ao esperado pela 8ª Delegacia Regional, ainda está longe de suprir as necessidades de efetivo da região.

— É um reforço que recebemos. Ainda há algumas adequações sendo feitas, como pedidos de transferências. Infelizmente, não temos como recuperar o número de aposentadorias, que foi muito alto nos últimos anos. Esperamos receber mais policiais no próximo curso, que tem formatura prevista para julho — resume o delegado Vitor Carnaúba, que responde interinamente pela delegacia regional.

Além dos cinco em Caxias, dois policiais foram designados para a delegacia de Farroupilha, dois para Guaporé, um em Cotiporã e outro em Monte Belo do Sul.

Já a regional de Vacaria recebeu dois servidores que vão apenas repor outros dois que já atuavam na região dos Campos de Cima da Serra e foram transferidos.

Veja para onde vão os novos agentes da Polícia Civil

Departamento de Homicídios de Porto Alegre terá prioridade na destinação dos policiais que começam a trabalhar nesta sexta-feira

Veja para onde vão os novos agentes da Polícia Civil Mateus Bruxel/Agencia RBS
Desde o ano passado a Capital já conta com agentes da Força Nacional para conter homicídiosFoto: Mateus Bruxel / Agencia RBS
O Departamento de Homicídios de Proteção a Pessoa (DHPP) de Porto Alegre vai receber a maior parte dos 219 novos agentes da Polícia Civil, recém formados, que se apresentam nesta sexta-feira para iniciarem os trabalhos nas delegacias às quais foram designados. Serão 21 novos policiais destinados ao departamento, além de nove policiais que vinham atuando em outras regiões e chegam como forma de remanejo.

— É um alento, um ânimo novo para tentarmos fazer frente ao crescimento de homicídios em Porto Alegre. Tínhamos uma preocupação muito grande pelas aposentadorias, que agora alivia um pouco com essa novidade — aponta o diretor do departamento, delegado Paulo Grillo.

Desde dezembro o DHPP já atua com reforço de 25 agentes e um delegado da Força Nacional de Segurança. Sem eles, o efetivo entre as seis delegacias que atendem a cidade está em 110 policiais. Chegará, a partir de amanhã, a 140.

Conforme levantamento da editoria de Segurança dos jornais Zero Hora e Diário Gaúcho, pelo menos 744 pessoas foram vítimas de homicídios em Porto Alegre no ano passado — 46,4% de todos os casos da Região Metropolitana — e, somente em janeiro, outras 95 vítimas foram contabilizadas.

Além da Capital, Alvorada, Gravataí, Canoas e São Leopoldo estão entre as prioridades na destinação dos agentes.

Confira a distribuição dos novos policiais:

DHPP (Porto Alegre) — 21 agentes (mais nove remanejados)
Denarc — 7 agentes
Deca — 4 agentes
Departamento de Polícia Metropolitana (DPM) — 141 agentes (23 em Alvorada; 19 em Gravataí; 15 em Canoas; 15 em São Leopoldo; 11 em Viamão; 11 em Sapucaia do Sul)
Departamento de Polícia do Interior (DPI) — 46 agentes (5 em Caxias do Sul)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *