Diário Gaúcho: Técnica do pacotinho usada por policiais: “Não funciona nem em adestramento de cachorros”

Método no qual as mãos do detido são algemadas nas costas e o pé se encaixa entre os pulsos, preso nas algemas, repercutiu na internet 

ABAMF: Para a polícia não interessa o passado e o que era antes o “JOVEM BANDIDO” poderia ser menino, padre, pastor etc, se hoje é bandido, o tratamento é um só, quem tem essa categoria como estima é a RBS e certos jornalistas

Por Manoel Soares Diário Gaúcho

Soube que muitos policiais têm usado uma técnica chamada “pacotinho”, na qual as mãos do detido são algemadas nas costas e o pé se encaixa entre os pulsos, preso na corrente das algemas. Sei de muitos que foram, inclusive, aplaudidos nas redes sociais por isso.

Seria muito bom se a polícia tivesse coragem de fazer isso com os políticos que roubam. Sim, porque a mesma polícia que faz pacotinho com o jovem bandido da periferia é subordinada a políticos bandidos que a mãe do menino empacotado ajudou a escolher.

As fotos que circulam exibindo a técnica não têm nenhum motivo de alegria, só de alerta. Alerta para o jovem não ir para o crime, para o policial não fazer semblante satisfeito ao prender um jovem com idade para ser seu filho. Alerta para a forma de imobilização, pois o pacotinho é cruel com quem também já é cruel, e essa lógica pedagógica não funciona nem em adestramento de cachorros.

Muitos desses jovens já foram meninos de dez anos que não eram bandidos. Em algum momento, o bandido nasceu dentro deles. Eu quero que o “bandido morra”, mas quero que o ser humano que existe neles fique vivo, pois quando matamos o ser humano para eliminar o bandido é como se tocássemos fogo na casa para eliminar o cupim.

O menino foi burro ao entrar para o crime, e nós somos burros por matar esse menino, achando que, assim vamos nos livrar do problema. Mais importante do que armar ratoeiras é não deixar a cozinha suja. Temos uma sociedade suja e queremos que os filhos dela sejam limpos. Mas, por outro lado, não damos água para que se lavem.

Policiais utilizando a técnica conhecida como “pacotinho”, essa técnica mantêm os suspeitos imobilizados no chão sem…

Posted by Antonio Mendes Filho on Tuesday, May 16, 2017

5 Comentários

  1. Quem defende bandido é bandido também!!!! Se tu “pau mandado da rbs” quer defender esses lixos leva eles pra tua casa, o “rato” que aparecer na minha cozinha tem é que morrer, se ele não aprendeu na conversa e no conselho que a cozinha é minha ele que aprenda na dor e na bala!!!!!!

  2. Quero deixar um recado ao Sr Manoel Soares que a técnica do pacotinho é usada em vários países do mundo para impedir que um BANDIDO DE ALTA PERICULOSIDADE possa fugir ou quem sabe investir contra o próprio policial, ou seja, também é para a segurança dele.
    A técnica do pacotinho não é cruel, crueldade e o que esses bandidos fazem com a população de bem. E o Sr Manoel Soares não é nenhum especialista em segurança pública para publicar comentários com opiniões pessoais.

  3. Esse jornalista só faz reportagens tendenciosas. Lembram do caso da Samu no centro que não socorreu a vítima . Ficou marcando tempo…apoia a polícia … só isso RBS . Bandido tem que morrer ou outro dia ele te mata e fica de coitadinho …

  4. O #manoelsoares e usado pela RBS,e o pior: ELE SABE! Trouxa.

  5. o Sr Manoel Soares,se fosse realmente serio e preocupado com a delinquência,deveria se ater a comentários e posicionamentos que realmente colaborassem para combater na raiz as causas da criminalidade.Para todos, e não so para o Sr Manoel, e mais fácil julgar e ACHAR culpados sempre no intuito de desmerecer órgãos públicos que so fazem cumprir a lei ate com o sacrifício da própria vida.Sr Manoel repense suas atitudes e comentários pois se nao o fizer os seus próprios leitores,mais cedo ou mais tarde o irão julgar.
    O para todos que coloquei é para os que tem posicionamentos tendenciosos e que querendo ou não ,sabendo ou não servem de meio de divulgação para as grandes mídias.

Deixe uma resposta