PMs comunitários de Caxias ainda não receberam auxílio-moradia de maio

Os 36 policiais comunitários da segunda etapa da parceria entre prefeitura e estado, estão com o auxílio-moradia de R$793,53 atrasado

 Portal Leouve

Os 36 policiais comunitários da segunda etapa da parceria entre prefeitura e estado, estão com o auxílio-moradia de R$793,53 atrasado. A verba, destinada para o pagamento de aluguel dos policiais, deve ser repassada pelo município. O valor, que é depositado nos primeiros dias do mês, não foi creditado no em maio e até o momento em junho.

Outras duas etapas, como o projeto-piloto, recebeu o auxílio no mês passado.

A prefeitura de Caxias, através da assessoria de imprensa, informa que o atraso no pagamento se deve ao fato uma demora do Governo do Estado em encaminhar para a Secretaria de Segurança Pública os documentos com aditivos necessários, que seria parte de uma atualização.

A documentação está com a Procuradoria-Geral do Município (PGM) e, após ser aprovada e liberada, será enviada para o setor financeiro para pagamento dos débitos. Não há um prazo definido, mas a expectativa é que tudo seja resolvido brevemente.

36 policiais ainda não receberam o auxílio-moradia do mês passado. Foto: (Gustavo Gargioni/rs.gov.br)

Todos os valores devem ser repassados ao Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública (Consepro), que é o responsável por depositar na conta dos PM’s.

No ano passado, 36 policiais ficaram sem receber o auxílio por quatro meses. Dois convênios haviam vencidos em 17 de setembro, mas foram renovados até 17 de março de 2017. O projeto-piloto, primeiro a ser instalado, tem convênio até 2019.

O policiamento comunitário é uma parceria entre o Governo do Rio Grande do Sul e o Município, que se responsabiliza por auxiliar com os gastos de moradia dos policiais.

Deixe uma resposta