BM celebrou 22 anos de atuação da Força Tarefa nos presídios

Para celebrar os 22 anos de atuação da força tarefa da Brigada Militar nos presídios gaúchos, a Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ), em Charqueadas, programou uma série de atividades reunindo brigadianos e brigadianas que servem no local. Foi inaugurada a placa simbólica de aniversário da unidade. Além disso, ocorreram torneios de futebol e volei e o subcomandante-geral da BM, coronel Mario Yukio Ikeda, foi  recepcionado num jantar, quando foi apresentada a trajetória da  Força-Tarefa.

Os brigadianos foram designados para fazer a segurança externa das casas prisionais em 1995, em razão do grande número de fugas. Naquele ano, tinham fugido 49 detentos do então Presídio Central (atual Cadeia Pública de Porto Alegre).

De acordo com o diretor da PEJ, Major Luiz Otavio Magalhães dos Reis, a casa prisional de Charqueadas possui 2.389 presos. Desde 2015, a Cadeia Pública conta com scanner corporal e sacola para auxílio no controle de ingresso de drogas, celulares e outros materiais suspeitos. A PEJ trabalha com o scanner de sacola.

Para o coordenador da força-tarefa e diretor das casas prisionais Cadeia Pública
de Porto Alegre, (CPPA), Tenente-Coronel Marcelo Gayer Barboza, o Comando-Geral valoriza a atuação dos PMs nos presídios. “A Brigada Militar está treinada para atuar nas casas prisionais, onde tem feito excelente trabalho”.

Deixe uma resposta