ABAMF exige pagamento de salário conforme a lei

” O governo precisa cumprir a lei e pagar o funcionalismo até o último dia útil do mês”. Assim o presidente em exercício da ABAMF, Solis Paim, definiu a posição da entidade com relação ao anúncio do governo gaúcho de atrasar o pagamento e pagar somente salários menores.

A POSIÇÃO DA REPRESENTAÇÃO BRIGADIANA É DE QUE ASSIM COMO OS MILITARES CUMPREM AS OBRIGAÇÕES DIÁRIAS,  O GOVERNO DEVE CUMPRIR A LEI

O governo não apresentou solução alguma. apenas trocou o parcelamento pelo atraso, que será mais prolongado. E não tomou essa decisão sem motivos. Essa mudança de estratégia é devido as ações por danos morais, movidas por militares estaduais, por causa do parcelamento. O governo já foi derrotado na justiça, tendo que indenizar servidores em R$ 3 mil. E há milhares de ações.

Se você ainda não ingressou com a ação pode procurar os advogados da ABAMF.  A ação é individual e busca ressarcir os brigadianos pelos prejuízos sofridos.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalismo ABAMF

Deixe uma resposta