ABAMF esclarece que Banrisul foi notificado pela Justiça sobre 13° aos servidores

A ABAMF tem recebido telefonemas e reclamações de brigadianos(as) que não estão sendo atendidos pelo Banrisul na concessão do empréstimo para recebimento do 13° salário. O diretor jurídico da ABAMF, John Wayne, esclarece que o banco foi notificado da ação coletiva com pedido de tutela de urgência contra a instituição bancária. Tal posição levará a associação a buscar medida jurídica em favor dos militares estaduais e ressarcimento por danos.

A grande confusão no pagamento do 13° é culpa do governo estadual, que jogou nos meios de comunicação que o empréstimo seria concedido aos servidores estaduais. No entanto, com o parcelamento e atraso no pagamento do salário, muitos servidores estão com dívidas no banco ou ações judiciais.  O Banrisul aproveita a situação e pressiona os servidores para concessão do 13°: ou abre mão e negocia dívidas e abre mão de ações judiciais ou não concede o empréstimo.

Sabendo da situação o governo cala e deixa os servidores num drama para receber o próprio direito. Com conhecimento da situação, o Jurídico da ABAMF buscará as medidas cabíveis ao caso.

1 Comentário

  1. Esse é o Banrisul sendo Banisul! Há muito tempo o banco age dessa maneira vergonhosa e ilegal,contra o funcionalismo que tem a filha vinculada a esse banco. Pela lei não se pode reter mais de 70% dos proventos da pessoa. Mentira!!!! O Banrisul desconta tudo o que se deve. Antes mesmo de entrar a a folha. E o pior é que se temos alguma pendência para vencer durante o fim e semana, o banco debita mesmo sem entrar o crédito. Te deixando negativo, e sem acesso ao banri compras, que para muitos é o único meio de comprar o básico. Só não consigo entender porque a justiça não se pronuncia a respeito dessa ilegalidade! Por que?????

Deixe uma resposta