Família Brigadiana é abalada por assassinato de PM em São Leopoldo

Soldado Viegas

A ABAMF, assim como toda Família Brigadiana, está de luto. A violência e a falta de punição exemplar aos criminosos ceifaram a vida do soldado José Rodrigo Viegas Gomes – 25 BPM – assassinado a tiros no mercado de propriedade do cunhado dele, no bairro Duque de Caxias, em São Leopoldo, Região Metropolitana de Porto Alegre, por volta das 20h, na noite de 3 de fevereiro (sábado).

Brigadianos(as) do município e outros que estão na Operação Golfinho prestaram homenagem ao colega assassinado no domingo. O PM contava 10 anos de serviço à sociedade gaúcha, sendo querido tanto na BM como em outras áreas do serviço público pela competência e dedicação.

A Polícia Civil investiga o crime e trabalha com a possibilidade de latrocínio(matar para roubar) e vingança por alguma prisão efetuada pelo brigadiano.

A ABAMF grita, rotineiramente, por leis mais duras e menos benefícios aos criminosos. Os policiais pagam com a vida a falta de ação das autoridades na segurança pública.

A associação coloca-se à disposição da Família para o que for necessário e na defesa dos direitos da viúva e dos três filhos, que hoje estão sem marido e sem pai. É obrigação do Estado capturar e punir com severidade os assassinos.

O Brigadiano será enterrado, dia 5 de fevereiro, em Pelotas, onde nasceu. Chora a Família Brigadiana, choram as pessoas de bem ao ver mais um herói, mais um defensor da sociedade, tombar ao ser atingido pela bandidagem que toma conta das ruas do RS e do Brasil.

ABAMF de Luto. Isto tem que parar.

Deixe uma resposta