Forças policiais homenageiam soldado assassinado em São Leopoldo

Com as sirenes das viaturas acionadas, carreata passou por ruas do Centro da cidade do Vale do Sinos

CORREIO DO POVO

 

Assassinado no sábado, o soldado José Rodrigo Viegas Gomes foi homenageado, nesta segunda-feira, por integrantes da Brigada Militar, Polícia Civil e Guarda Municipal de São Leopoldo. Após um minuto de silêncio, as sirenes das viaturas foram acionadas. Eles circularam pelas ruas 1º de Março e Independência, no Centro da cidade. A homenagem a Gomes ocorreu às 11h, no mesmo momento em que ele era sepultado no Memorial Pelotas Cemitério Parque, em Capão do Leão.

O soldado, que era lotado no 25° Batalhão de Polícia Militar (BPM) de São Leopoldo, foi morto no sábado em frente a um mercado na rua Osvaldo de Andrade, no bairro Duque de Caxias, na cidade de São Leopoldo, no Vale do Sinos. Natural de Pelotas, Gomes, 33 anos, faria aniversário no dia 13 de fevereiro. Ele deixa a mulher e três filhos. Os filhos, dois adolescentes gêmeos, de 13 anos, e uma menina de quatro anos, são todos do primeiro casamento.

O soldado estava há nove anos na corporação. A capitão Bibiana Menezes, do 25° BPM, disse que a corporação vai fazer o que for possível para ajudar a Polícia Civil a elucidar o crime. A investigação está sendo conduzida pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de São Leopoldo.

O crime aconteceu no sábado à noite por volta das 20h40min, em frente a um mercado. O policial militar teria sido atacado por dois homens. O casal estava dentro do estabelecimento comercial. Ele recebeu oito tiros. Os dois homens armados e de boné desembarcaram de um veículo Fiat Siena cor verde escuro e foram na direção do militar. Um deles estaria com uma camisa do Flamengo e o outro com a do Corinthians.

O mercado não foi roubado, mas a arma que estava com o policial, uma pistola .40, foi levada pelos criminosos. O local não possui câmeras de videomonitoramento. Testemunhas relataram à Brigada Militar que os criminosos e o soldado teriam entrado em luta corporal e que, em determinado momento, ocorreram os disparos de arma de fogo contra Gomes. Ele foi socorrido por uma viatura da Brigada Militar e levado até o Hospital Centenário de São Leopoldo, onde faleceu. Os criminosos teriam fugido em direção a Sapucaia do Sul.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta