Falta de efetivo faz com que posto da Brigada Militar feche às 20h em Pareci Novo

301

concurso-brigada-militar-rs-atepassarCidade conta com apenas cinco agentes, sendo que um deles está em férias

A cidade de Pareci Novo, no Vale do Caí, conta com um efetivo de cinco policiais, sendo dois sargentos e três soldados, dos quais um está em férias. A situação faz com que o patrulhamento seja feito por um PM em uma viatura, o que não é recomendado pela Brigada Militar, e inviabiliza que o posto funcione 24 horas.

Em função disso, o posto da Brigada Militar adotou um turno de trabalho de 12 horas, das 8h às 20h. Depois deste período, guarnições da sede do 5º BPM de Montenegro, cidade vizinha, cobrem a área junto com um agente que trabalha em uma espécie de plantão, de acordo com o comandante do Comando de Policiamento Ostensivo do Vale do Caí, Aldo Mantovani.

“É evidente que um policial não pode atender ocorrências à noite sozinho. Isso é suicídio. No entanto, nós não deixaremos de cumprir nossa função e a cidade não ficará desguarnecida. Esta situação é histórica, a cidade nunca teve mais de cinco agentes, número mínimo estipulado pelo Estado e, por isso, precisamos também preservar estes que já atuam aqui”, explicou.

A partir das 20h, o morador de Pareci Novo precisa ligar para o celular funcional que fica na Sala de Operações, em Montenegro. A corporação, que conta com 27 policiais, também atende pelo telefone de emergência, o 190.
Mantovani afirma que a cidade não fica desguarnecida, pois a viatura do Oficial de Serviço também faz patrulhas rotineiras.

O prefeito de Pareci Novo, Rafael Riffel (PTB), pedirá uma reunião com representantes da Brigada Militar, pois classifica como descabida a situação de não ter policiais disponíveis à noite no município. Em 2013, dois sequestros, de gerentes de bancos, foram registrados na cidade, mas, segundo o comandante do Vale do Caí,
a BM nem ao menos foi informada e os casos ficaram sob responsabilidade da Polícia Federal. O telefone para atendimento após as 20h é o (51) 9978.6221.

Fonte: Stephany Sander/Rádio Guaíba