Encerrada a greve no Pará

262
Movimentoreivindicatório da categoria foi fortalecido com a participação de esposas e filhos dos militares estaduais
Movimento reivindicatório da categoria foi fortalecido com a participação de esposas e filhos dos militares estaduais

Os praças da Polícia Militar decidiram encerrar a paralisação no Pará, que completaria, dia 8 de abril, o sexto dia. Os PMs devem retornar aos seus postos no dia 9 de abril.

Por quase cinco horas, uma reunião entre o Secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), Luiz Fernandes, e os policiais militares das Associações de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros e da Associação de Sargentos e Subtenentes, discutiu as revindicações da categoria.

Após a reunião, os representantes da Associação de Sargentos e Subtenentes levaram a proposta do Governo para ser debatida com os militares presentes no 6º Batalhão da PM.

Entre as conquistas dos praças está 20% da gratificação por risco de vida, a fim de complementar os 100% da vantagem, em novembro deste ano; auxílio-fardamento anualmente para subtenentes e sargentos, após aprovação de lei específica, também em novembro ou dezembro de 2014.

Já quanto a política salarial, uma comissão integrada pelos poderes Executivo e Legislativo, Dieese e entidades de classe dos militares estudará as propostas. Uma primeira reunião já está marcada para 15 de maio. A comissão também reavaliará a substituição do ticket alimentação por etapa alimentar ou outra denominação, podendo ser reajustado o valor e ser pago no contracheque.

Os praças conseguiram a transferência do comandante do 6º BPM – que irá para o Batalhão do Marajó – e a não retaliação aos participantes do movimento. O pedido de prisão preventiva também será revogado. ( Fonte: facebook Associação Dos Cabos E Soldados Do Pará)