Associações brigadianas conversaram com Sartori e Cairoli

260
Entidades levaram ânseio dos brigadianos ao candidato Sartori
Entidades levaram expectativa dos brigadianos ao candidato Sartori

Na manhã de 27 de agosto, as associações dos servidores de nível médio da BM – ABAMF, ASSTBM, ABERGS, AOFSBM –  também a FERPMBM-RS – representando 14 entidades independentes do interior do RS –  e a Associação dos acidentados da BM, estiveram reunidas, na sede da ASSTBM, com o candidato a governador pela coligação “Novo Caminho para o Rio Grande( PMDB, PSD, PSB, PHS, PSL, PSDC, PT do B, PPS)”, José Ivo Sartori(15) e o candidato a vice-governador, José Paulo Cairoli. Logo no início do encontro, ao receber as reivindicações dos brigadianos, Sartori destacou que está garantido o diálogo, caso se torne governador. “Promessas não cumpridas é que fazem os brasileiros desacreditarem da política”, disse, esclarecendo que o o projeto da coligação é de governo e de futuro, não de poder.

Os candidatos ouviram várias queixas, principalmente da representação dos acidentados, que reclamam da desconsideração com 400 servidores que desejam retornar ao serviço. “O estado não está recuperando e aproveitando os acidentados”, bradou João Rodrigues, presidente da Comissão de Direitos Humanos da FERPMBM-RS.

Representações entregaram reivindicações aos candidatos ao governo
Representações entregaram reivindicações aos candidatos ao governo

Já,  Leonel Lucas – ABAMF –  e Aparício Santellano -ASSTBM – explicaram ao candidato que cerca de 95% do quadro da BM  estava representado no encontro. “Sabemos da capacidade  e do trabalho realizado em Caxias do Sul, quando Sartori foi prefeito” disse Leonel Lucas. O candidato lembrou de várias passagens em que o trabalho dos brigadianos foi de fundamental importância. “Precisamos de bom efetivo, preparado e trabalhando na rua. A BM foi muito leal quando Pedro Simon governou o RS”.

Ubirajara Ramos – ABERGS – lembrou que o novo governador terá importante papel para os bombeiros; ” o apoio para a estruturação dos Corporação é fundamental, precisamos encaminhar leis que estruturem os bombeiros e há prazos a serem cumpridos”.  O presidente da AOFSBM, Pôncio, reclamou do impedimento de ascensão dos tenentes e a enorme distância salarial dos capitães.

Encontro reuniu todas as representações de nível médio da BM
Encontro reuniu todas as representações de nível médio da BM

Sartori agradeceu o ato das associações estarem reunidas num só encontro facilitando os movimentos de campanha e reafirmou que o diálogo estará garantido para entendimento de muitas questões da categoria.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF