PM de SP investiga vídeo de policial dormindo divulgado na web

179

INOT_686239PM é gravado dormindo em horário de trabalho por colega

Polícia afirma que o agente filmado passa por problemas pessoais severos. Corporação condena atitude de policial que gravou e divulgou as imagens no Whats App

Um policial militar de São Paulo gravou seu próprio colega de profissão, durante um plantão na madrugada, dormindo. Depois de fazer as imagens e rir do colega no momento em que ele acordava, o agente divulgou a gravação para outros policiais por meio do aplicativo de celular Whats App. Depois, a gravação foi compartilhada por mais de 31 mil pessoas no Facebook.

PM (Polícia Militar) afirmou nesta quarta-feira (14) que, logo depois de o vídeo ter sido disponibilizado no aplicativo, tomou conhecimento do caso. “A Corregedoria identificou tanto o policial filmado quanto aquele que realizou a filmagem. A apuração segue em curso”, diz a corporação, em nota. Os nomes dos policiais envolvidos não foram divulgados.

Ainda segundo nota da corporação, o PM filmado teve “início de fadiga” por “problemas pessoais severos”. “A instituição entende que, na ocasião, em que pese a situação pessoal adversa pela qual passava, o policial agiu corretamente para resistir à fadiga e cumprir suas missões de trabalho com seus colegas de farda”, diz a PM.

Os comandantes do soldado que estaria passando por problemas pessoais foram orientados pela corporação a prestar suporte e encaminhamento ao policial. Quanto ao agente responsável por filmar e divulgar a gravação aos seus colegas pelo Whats App, a PM diz que ele pode “ter cometido algumas transgressões disciplinares”.

Para a Polícia Militar, o policial expôs negativamente a imagem da instituição, agiu com falta de companheirismo por verificar a dificuldade de seu colega em prosseguir no serviço e não ajudá-lo e ficou desatento ao trabalho enquanto realizava a filmagem, “deixando de observar as regras preconizadas pela instituição em relação à sua segurança e de seus companheiros”.

Confira o vídeo do PM dormindo no horário de trabalho:

Por Luís Adorno/RedeTV!