Estatísticas comprovam efetividade das forças policiais do RS

182
IMAGEM ILUSTRATIVA
IMAGEM ILUSTRATIVA

As forças policiais do Rio Grande do Sul realizaram, no primeiro trimestre de 2015, 36.066 prisões. As informações são dos indicadores de criminalidade divulgados pela Secretaria da Segurança Pública (SSP), divulgados nesta terça-feira (28). De acordo com o levantamento, os números representam cerca de 12 mil prisões/mês ou 400 prisões/dia em todo o Estado.

Para o secretário Wantuir Jacini, as estatísticas comprovam a efetividade da atuação dos órgãos da Segurança Pública. “A ação das polícias, orientadas de acordo com as diretrizes que estabelecemos, é de grande produtividade. Infelizmente, grande parte dos indivíduos presos acaba sendo solta, em virtude da legislação”, avalia.

No período, foram realizados pela Brigada Militar 121.749 atendimentos à população, 9.125 inspeções em casas noturnas e 917 inspeções em desmanches. Cerca de 1,4 milhão de veículos foram fiscalizados, e 184.623 autuados – totalizando 4.392 CNHs recolhidas.

A Polícia Civil (PC) remeteu à Justiça cerca de 43 mil inquéritos, elaborou 6.926 flagrantes, atendeu a 4,5 mil diligências e cumpriu 3.268 mandados de busca e apreensão.

Ao todo, foram apreendidos no Estado 730 quilos de drogas, com destaque para as operações realizadas pelo Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc) relacionadas ao tráfico de drogas sintéticas. De acordo com a Divisão de Inteligência Criminal da PC, nos três primeiros meses do ano foram apreendidos 78 comprimidos de ecstasy e 488 micropontos de LSD. Em 2014 não houve registro de apreensão deste tipo de entorpecentes pelo Denarc.

“Trata-se de um avanço significativo, pois são drogas pesadas, de grande potencial ofensivo e que têm como público alvo adolescentes e jovens adultos”, acrescenta Jacini.

Texto: Claiton Silva/SSP
Edição: Cristina Lac/Ccom

http://www.estado.rs.gov.br/