ABAMF leva preocupação dos brigadianos ao Comando da BM

232
Entidades levaram preocupações ao comando.(Foto: Sd. Ubal/BM)
Entidades levaram preocupações ao comando.(Foto: Sd. Ubal/BM)

A ABAMF, junto com outras representações dos brigadianos, esteve reunida com o comandante-geral da Brigada Militar(BM), dia 5 de maio, no Quartel General(QGBM), levando a insatisfação dos servidores de nível médio coma situação da categoria. Entre os pontos destacados, a não publicação de promoções e a falta de um plano de carreira definido. As associações também ressaltaram que as constantes ameaças de atraso de salário e não pagamento de reajustes, já aprovados pela Assembleia Legislativa no ano passado, causam aflição nos militares.

Outro tema de debate foram as PECs – Propostas de Emendas Constitucionais- que tramitam no Legislativo gaúcho. Conforme, os representantes da categoria, há três PECs tramitando, sem a concordância dos principais interessados; os brigadianos.  Coronel Freitas, comandante-geral da BM, alertou que as tratativas para o plano de carreira devem ganhar impulso e para alcançar conquistas é necessário a união das entidades e do Comando.

 Estiveram no encontro, além do Subcomandante da BM, coronel Paulo Moacyr Stocker e o tenente-coronel Andreis Dal Lago, o presidente da Associação dos Sargentos e Subtenentes da BM( ASSTBM), tenente Aparício Santellano, o presidente da Associação Beneficente Antonio Mendes Filho( ABAMF), sargento Leonel Lucas e representantes da Associação dos Oficiais Subalternos da BM ( AOFSBM), Associação dos Bombeiros do Estado do Rio Grande do Sul (ABERGS ) e da Federação das Associações Independentes ( FERPMBM).

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF