Governo quer acabar com a AIPSA e convocar aposentados

152

9937_374388822671587_661672719_nO governo do RS decidiu mesmo dar prioridade a perseguição aos servidores públicos gaúchos. Depois de não convocar os aprovados nos concursos públicos da segurança em 2014, o governador Sartori enviou projeto à Assembleia Legislativa propondo a convocação de aposentados e ao mesmo tempo colocando fim ao valor pago como gratificação de permanência no serviço ativo(AIPSA), para aqueles que já podem encaminhar a aposentadoria.

A ABAMF é contra e quer a convocação dos aprovados nos concursos públicos, uma vez que o efetivo está com 30% de défcit.

Para completar o pacote de maldades, o governo gaúcho propõe também o fim da licença-prêmio. Terminando com a premiação aos servidores que completam cinco anos sem punições, nem faltas ao trabalho. Quer transformá-la em licença para aperfeiçoamento, com projetos criados pelo governo.

Nesta proposição, o governo esqueçe que o servidor tem carreira passa a vida no trabalho público, enquanto quem está no Poder Executivo é passageiro. O que pode permanecer é o prejuízo a carreira de milhares de servidores públicos do RS.

ABAMF DIZ NÃO A INTENÇÃO DO GOVERNO, NÃO A PERSEGUIÇÃO

AOS SERVIDORES PÚBLICOS,

NÃO A INÉRCIA DE INVESTIMENTOS NO SERVIÇO PRESTADO À POPULAÇÃO GAÚCHA

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF