Deputado sugere que as famílias deixem de ir aos shoppings para ir a um clube de tiro

186
Deputado postou essa imagem em seu perfil no Facebook, completando, em sua descrição, com o texto “B de bala”. (Foto: Reprodução)
Deputado postou essa imagem em seu perfil no Facebook, completando, em sua descrição, com o texto “B de bala”. (Foto: Reprodução)

Autor do projeto que desfigura o Estatuto do Desarmamento, o deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB-SC) recorre a uma defesa diferente do acesso às armas nas suas redes sociais. O parlamentar posta imagens e mensagens que fazem apologia à causa e recomenda que as famílias troquem o shopping por um clube de tiro, que diz ser mais seguro, defende que os extintores de incêndio sejam trocados por pistolas e aconselha que as mulheres tenham arma em suas casas.

No último dia 16, ele escreve o comentário “B de Bala”, descrevendo a imagem utilizada, com uma dona de casa com uma pistola espreitando na janela a presença de um ladrão. “A polícia pode demorar alguns minutos; tenha sempre um plano B”. “As mulheres também têm a possibilidade de se defender”, disse o parlamentar.

No dia 12, um sábado, Peninha disse que o dia amanheceu gelado, mas com tempo bom. “Que tal aproveitar o dia para uma atividade diferente?”. Abaixo, usou uma foto de pessoas atirando e seguiu: “Leve sua família para um passeio no clube de tiros. É mais seguro que um shopping e mais barato”.

Tramitação
O projeto, que está prestes a ser aprovado na comissão especial da Câmara dos Deputados, reduz a idade para compra de armas de 25 anos para 21 anos; aumenta o tempo de validade do porte, que atualmente tem de ser renovado a cada três anos, e passaria a ser de dez anos; e estende o direito de posse, que hoje é permitida em casa ou no local de trabalho, para caminhoneiros dentro de seus veículos. (AG)

JORNAL O SUL