Um policial militar é ferido a cada dois dias no Rio

165

Secretaria-de-Segurança-do-Rio-faz-operação-para-prender-60-policiaisAo longo dos 326 dias de 2015, em média, a cada 2,4 dias um policial militar foi ferido no Rio. Levantamento feito pelo EXTRA mostra que dos 134 baleados em todo o estado, 43 morreram. No último fim de semana prolongado, três PMs foram vítimas de criminosos na Zona Norte da capital fluminense.

De acordo com os dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), 18 militares foram mortos em serviço, de janeiro a outubro. Durante todo ano passado, foram 17 vítimas fatais no Rio. O último PM assassinado foi o tenente reformado Eduardo Paiva Nogueira da Gama. Ele havia parado para comprar pão na Rua Adolfo Bergamini, no Méier, no domingo, quando foi baleado por bandidos que passaram num carro não identificado.

No sábado, o sargento Nilson de Souza Cardoso, lotado na área de logística do Comando Geral do Quartel General da PM, foi ferido com quatro tiros, na Penha. O PM estava num bar próximo à esquina das ruas Tenente Araquem Batista e Costa Rica, quando quatro homens com pistolas e escopeta entraram no local.

Na sexta, Alexandre Murta, da equipe de escolta do deputado Marcelo Freixo (Psol), foi morto ao reagir a um assalto, em Bento Ribeiro.

EXTRA